SBICafé
Biblioteca do Café

Impactos de especificidades regionais na competitividade da atividade cafeeira sobre a localização da produção e na redistribuição espacial de renda

Show simple item record

dc.contributor.advisor Campos, Antônio Carvalho
dc.contributor.author Pires, Mônica de Moura
dc.date.accessioned 2017-10-23T12:30:37Z
dc.date.available 2017-10-23T12:30:37Z
dc.date.issued 2001-03-23
dc.identifier.citation PIRES, M. M. Impactos de especificidades regionais na competitividade da atividade cafeeira sobre a localização da produção e na redistribuição espacial de renda. 2001. 107 f. Tese (Doutorado em Economia Rural) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG. 2001. pt_BR
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/9082
dc.description Tese de Doutorado defendida na Universidade Federal de Viçosa. pt_BR
dc.description.abstract O potencial de crescimento da atividade cafeeira, tanto para o mercado interno, com a estabilização, quanto para ter maior alcance no mercado externo, com a globalização, é bastante promissor diante da nova ordem econômica. Esse processo de desenvolvimento da atividade cafeeira levará muitos produtores e regiões a serem marginalizados, à medida que a atividade for se profissionalizando e concentrando em regiões mais favoráveis. Por outro lado, para que essa competitividade possa ser conquistada de forma duradoura, tem que se pensar nos diversos elos da cadeia que envolvem a atividade cafeeira. O objetivo deste é avaliar os impactos das diferenças na competitividade regional da atividade cafeeira sobre a localização espacial da produção e na conseqüente redistribuição regional de renda. Para tanto, aplicou-se um modelo multissetorial de equilíbrio geral computável, com 26 atividades e três grupos de consumidores. O modelo foi calibrado ao ano-base de 1995. Em seguida, realizaram -se modificações nas demandas interna e externa e na participação dos diferentes sistemas de produção na oferta nacional de café. Cada cenário proposto caracteriza uma alteração a ser efetuada na condição do equilíbrio inicial, de forma a representar as novas situações que vêm sendo esperadas no mercado cafeeiro, principalmente quando se consideram as tendências da última década. Os resultados obtidos no Cenário 1 indicam , de forma lógica, que a expansão da demanda, nos níveis estabelecidos, revela efeito positivo sobre as atividades produtivas nas regiões que apresentam maior potencial de crescimento para os cafés especiais. Portanto, os ajustes da produção implicam maior racionalidade na utilização dos recursos produtivos, por meio de redistribuição da produção de café. A resposta da oferta ao aumento da demanda implica elevação dos preços do café, em todas as regiões. Como o choque de demanda não foi acompanhado de choques na oferta, isso provocou diminuição nos níveis de emprego rural e de capital rural. Essas mudanças provocam retrações nas rendas das famílias, do governo e do exterior, reduzindo o bem -estar das famílias, comportamento que sugere que a expansão da demanda de cafés especiais seja medida necessária para garantir a oferta de produto de qualidade no mercado. No Cenário 2, nota-se que os resultados mais expressivos ocorrem nas atividades relacionadas com a agroindústria e com a exportação de café. A interdependência das regiões produtoras de café indica que, quando se elevam a produtividade e, conseqüentemente, a competitividade do café, os efeitos diretos sobre a atividade são reduções no nível de atividade em quase todas as regiões, excetuando-se a Zona da Mata mineira e outras regiões brasileiras. A maior produtividade não foi suficiente para elevar a oferta dessas regiões. Portanto, os níveis de produtividade estabelecidos estes são, ainda, relativamente pequenos para elevar a oferta das regiões produtoras de café. Como o choque de oferta não foi acompanhado de alterações na demanda, há excesso de produto no mercado. Se, por um lado, o excesso de oferta provoca reduções nos níveis de preços, por outro, melhora o bem-estar das famílias. O impacto no emprego agrícola do aumento da produção é positivo. A expansão conjunta da demanda e oferta (Cenário 3) evidencia um comportamento complementar em relação aos resultados obtidos nos Cenários 1 e 2, isoladamente. Observa-se que, quanto maior a incorporação de progresso técnico, mais acentuada será a redução nos preços, o que propiciará aumentos nas rendas das famílias. Esses resultados sugerem que a expansão regional da produção, resultante do crescimento diferenciado da demanda de café e de melhorias na produtividade dos sistemas de produção, permite uma realocação dos recursos produtivos utilizados na atividade cafeeira e, conseqüentemente, uma redistribuição regional da renda. De modo geral, os resultados corroboram com a expectativa de que modificações na qualidade do produto proporcionem efeitos positivos sobre a atividade cafeeira, e a exploração de nichos de mercados torna-se uma alternativa na competição. Dessa forma, o ganho de eficiência constitui importante fator impulsionador da atividade, conjuntamente com estratégias de marketing. Ressalta-se, assim, que o Brasil possui condições especiais para desenvolver a cafeicultura, especialmente no que se refere aos aspectos edafoclimáticos, o que constitui uma vantagem em face à segmentação do mercado e aos países concorrentes. A implementação de medidas que visem reestruturar a atividade torna-se fundamental na competitividade regional, o que justifica a adoção de avanços tecnológicos. Nesse contexto, portanto, algumas regiões devem expandir a cultura, enquanto outras devem reduzir sua produção, pois os produtores que não conseguirem operar com maior nível de concorrência, praticamente estarão “condenados” a abandonar a atividade. pt_BR
dc.description.abstract The need of the productive activities increase the competitiveness, inside of the worldwide economyprocess, it impels the process of modernization of their economical structures. Though, labor, capital and technology are moved in a freer way among areas. That larger mobility of the productive resources does with that the same ones concentrate on activities that are more attractive of the economical point of view, in other words, in activities that propitiate better return taxes to the investments. The potential of increment of coffee activity, so much to the internal market, with the stabilization, as for larger reach in the external market, with the global economy, it is quite promising before that new economical order. The process of development of the coffee activity will take many producers and areas to marginalization, as the activity becomes professional and concentrates in more agronomic suitable areas. On the other hand, to this competitiveness should be conquered in a sustainable way, it has to be thought in the several links of the chain that involve the coffee activity. Any way, it should be tried to modernize the production processes at farm level, increasing the yield, and keeping the quality of the product as important factor in its differentiation, besides that it should be used marketing politics, so necessary in the commercialization process. The objective of the present study is to evaluate the impacts of the differences in the regional competitiveness of the coffee activity considering the geographical location of the production and in the consequent regional redistribution of income. For this purpose, a model multissetorial of computable general balance was applied, with 26 activities and three groups of consumers. The model was gaged for the year base of 1995. Afterwards some modifications took place in intern and external demands and the participation of the different production systems in the national offer of coffee. Each proposed scenery characterizes an alteration to be made in the condition of the initial balance, in way the new situations that are being expected to the coffee market behavior, mainly when they are considered the tendencies of the last decade. The results obtained in the Scenery 1 indicate, in a logical way, that the expansion of the demand, in the established levels, they reveal positive effect on the productive activities in the areas that introduce potential adult of growth for the special coffees. Therefore, the adjustments of the production implicate in larger rationality in the use of the productive resources, through redistribution of the production of coffee. The answer of the offer to the increase of the demand implicates in elevation of the prices of the coffee, in all of the areas. As the demand shock was not accompanied of shocks in the offer, that provoked decrease in the levels of farm job and of country capital. Those changes provoke retractions in the incomes of the families, government and of the exterior, reducing the well-being of the families. That behavior suggests that the expansion of the demand for special coffees constitutes necessary measure to guarantee the offer of quality product in the market. In the Scenery 2 it is noticed that the most expressive results are observed in the activities related with the agribusiness and in the export of coffee. The interdependence among the producing coffee areas indicates that when the productivity increases and, consequently, the competitiveness of the coffee, the direct effects about the activity are reductions in the activity level in almost all of the areas, except Zona da Mata Mineira Area and others Brazilian areas. The largest yield was not enough to elevate the offer of those areas. Therefore, considering the established productivity levels they are still, relatively small to elevate the offer of the areas producing of coffee. As the offer shock was not accompanied of alterations in the demand, it implicates in product excess in the market. If the offer excess provokes reductions in the levels of prices, it can be observed that, it improves the well-being of the families. The impact on the agricultural job of the increase of the production is positive. The expansion of the demand and offer (Scenery 3), evidences a complemental behavior in relation to the results obtained in the Sceneries 1 and 2, separately. It is observed that the larger incorporation of technology progress more accentuated is the reduction in the prices, what propitiates increases in the incomes of the families. Those results suggest that the regional expansion of the production resulting of the differentiated growth of the demand of coffee and of improvements in the yield of the production systems allows a new direction of the productive resources used in the coffee activity, consequently, a regional redistribution of the income. In general, the results corroborate with the expectation that modifications in the quality of the product provide positive effects on the coffee activity, and that the exploration of niches of markets is shown as alternative in the competition. This way, the efficiency earnings is constituted in important factor capable of increasing of the activity together with marketing strategies. It is emphasized like this, that Brazil possesses special conditions to develop the coffee industry, especially in relation to the soils and climate aspects, what constitutes an advantage to the segmentation of the market and the competitive countries. Although, the implementation of aims that in order to restructure the activity is fundamental in the regional competitiveness, justifying the adoption of technological progresses. In that context, therefore, some areas should answer with expansion of the culture, while others should reduce their production. This way, producers not capable to operate with larger competition level, practically will be "condemned" to abandon the activity. pt_BR
dc.format 107 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Economia e política agrícola pt_BR
dc.title Impactos de especificidades regionais na competitividade da atividade cafeeira sobre a localização da produção e na redistribuição espacial de renda pt_BR
dc.title.alternative Impacts of especificity regionals differences in the competitiveness of the coffee activity on location of the production and in the space redistribution of income pt_BR
dc.type Tese pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Tese_Monica de Moura Pires.pdf 381.3Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

  • UFV - Teses [209]
    Universidade Federal de Viçosa - Teses

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account