SBICafé
Biblioteca do Café

Incidência de Hypothenemus hampei e maturação de frutos de café arábica em sistema agroflorestal

Show simple item record

dc.contributor.author Santoro, Patricia Helena
dc.contributor.author Fantin, Denilson
dc.contributor.author Machado, Alessandra Helena Ramires
dc.contributor.author Menezes, Katia Cristina de
dc.contributor.author Oliveira, Jaqueline Terra de
dc.contributor.author Marioto, Rafaela Fernanda
dc.contributor.author Silva, Ana Carolina Rorigues da
dc.date.accessioned 2020-01-13T12:07:31Z
dc.date.available 2020-01-13T12:07:31Z
dc.date.issued 2019-10
dc.identifier.citation SANTORO, P. H. et al. Incidência de Hypothenemus hampei e maturação de frutos de café arábica em sistema agroflorestal. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 10., 2019, Vitória. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2019, 4 p. pt_BR
dc.identifier.issn 1984-9249
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br/handle/123456789/12614
dc.description Trabalho apresentado no X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil pt_BR
dc.description.abstract Considerando que o Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo, é inevitável a preocupação com o modelo de cultivo, que na maioria das vezes é o monocutivo a pleno sol. Como alternativa, os Sistemas Agroflorestais (SAFs) podem proporcianar um ambiente mais sustentável, interferindo na conservação do solo, incidência de pragas e doenças e até mesmo na qualidade de bebida. O objetivo desse trabalho foi avaliar a incidência de Hypothenemus hampei e a maturação de frutos do café em SAFs. O experimento foi instalado em 2012, com delineamento experimental em blocos casualizados, com sete tratamentos e quatro repetições, sendo seis SFAs constituidos por café consorciado com Moringa oleifera, Croton floribundus, Trema micrantha, Gliricidia sepium, Senna macranthera e Heliocarpus popayanensis e uma testemunha de café em nomocultivo. A cultivar utilizada foi a IPR 98 de Coffea arabica, plantada com espaçamento 2,5 x 0,6m. Cada repetição foi constituída por uma parcela de 19,8 x 22,5m, com área útil de 10 x 10m. As árvores foram plantadas na linha do café, em quincôncio, com uma arbórea a cada 11 plantas de café totalizando 555 arbóreas por hectare. Para cada tratamento foram avaliados o percentual de frutos brocados e o percentual de frutos em cada estágio de maturação, ambos nas safras de 2017 e 2018. Verificou-se que os SAFs interferem na incidência de H. Hampei, com espécies que, assim como para o café em monocultivo, desfavorecem a incidência da praga como, por exemplo, G. sepium; e espécies que favorecem a incidência, como C. florinundus e M. oleifera. A maturação dos frutos, tanto em 2017, quanto em 2018, foi bastante desuniforme, com algumas diferenças entre os tratamentos para cada estádio. Merece destaque um maior percentual de frutos verdes em café consorciado com G. sepium, o que pode ter resultado em uma menor incidência de broca. pt_BR
dc.format 4 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Café pt_BR
dc.subject Praga pt_BR
dc.subject Broca do café pt_BR
dc.subject Maturação pt_BR
dc.subject Agrofloresta pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Sistemas agroecológicos e orgânicos pt_BR
dc.title Incidência de Hypothenemus hampei e maturação de frutos de café arábica em sistema agroflorestal pt_BR
dc.title.alternative Incidence of Hypothenemus hampei and maturation of the fruit arabica coffee in agroforestry systems pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Cientifico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
381-2767-1-PB-X-SPCB-2019.pdf 112.9Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account