SBICafé
Biblioteca do Café

Silicato de cálcio como indutor de tolerância ao déficit hídrico em plantas

Show simple item record

dc.contributor.advisor Pires, Fábio Ribeiro
dc.contributor.advisor Bonomo, Robson
dc.contributor.advisor Falqueto, Antelmo Ralph
dc.contributor.author Nascimento, Alex Favaro
dc.date.accessioned 2024-05-14T00:38:08Z
dc.date.available 2024-05-14T00:38:08Z
dc.date.issued 2013-02-28
dc.identifier.citation NASCIMENTO, Alex Favaro. Silicato de cálcio como indutor de tolerância ao déficit hídrico em plantas. 2013. 105 f. Dissertação (Mestrado em Agricultura Tropical) - Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical, Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, 2013. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br/handle/123456789/14352
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal do Espírito Santo. pt_BR
dc.description.abstract Dois grandes entraves limitam a produção de alimentos no Brasil e principalmente no Norte do Estado do Espírito Santo: a elevada acidez dos solos e os longos períodos de estiagem causando déficit hídrico. Algumas alternativas são utilizadas para contornar estes problemas, como a correção dos solos, no caso da acidez; e o melhoramento genético, práticas culturais respeitando o zoneamento agroclimatológico e a prática da irrigação, no caso do déficit hídrico. O silicato de cálcio como corretivo agrícola vem se tornando prática promissora principalmente devido ao baixo custo. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de incremento de tolerância à seca nas culturas do café conilon, do mamão e da braquiária, por meio da aplicação com silicato de cálcio. O experimento foi conduzido em casa-de-vegetação do CEUNES, em São Mateus-ES. Foram avaliadas isoladamente três culturas: café conilon, braquiária e mamão. Foi utilizado esquema fatorial simples 4x3, sendo 4 níveis de déficit hídrico e 3 níveis de corretivos agrícolas, em blocos casualizados, com 3 repetições. Foram realizadas avaliações fitotécnicas, fisiológicas, anatômicas e químicas de solo e planta. Para a cultura do café, observou-se uma tendência de aumento de altura das plantas com a utilização do silicato de cálcio, causando também redução das trocas gasosas destas plantas. As plantas de mamão sofreram drasticamente com os níveis de déficit hídrico observando-se redução nos valores de altura, diâmetro do colo e no índice de área foliar. Os corretivos agrícolas e os níveis de déficit hídrico interferiram com menor intensidade sobre a cultura da braquiária, sendo observadas diferenças estatísticas somente para o peso da matéria seca de folhas e para o peso da matéria seca de talos. O silicato de cálcio induz a tolerância à seca nas culturas estudadas, necessitando-se de mais estudos para concretização desta observação. pt_BR
dc.description.abstract Two big hindrances that limit the production of foods in Brazil and mainly on the North Estate of Espirito Santo: the elevated acidity of the soil and the long periods of drought causing hydric deficit. Some alternatives are used to contour these problems, like the rectification of the soils, in the acidity case; and the genetic improvement, cultural practices respecting the agricultural climate zoning and the practice of irrigation, in the hydric deficit case. The calcium silicate as agricultural corrective is becoming the promising practice due specially to the low cost. Thus, the objective of this work was to evaluate the potential of development of tolerance to the drought in the cultures of conillon coffee, papaya and brachiaria, as the soil correction with calcium silicate. The experiment was conducted in casa-de-vegetação of CEUNES, in São Mateus-ES. There were evaluated, singly, three plants species: Conillon coffee, Brachiaria and papaya. It was used the simple factorial scheme 4x3, being 4 levels of hydric deficit and 3 levels of agricultural correctives, in randomized blocks, with three repetitions. There were accomplished agronomic assessments, physiological, anatomical and chemical of the soil and plant. To the coffee culture, a tendency is observed to the increase of plants’ height with the usage of the calcium silicate, also causing reduction of the gaseous changes of these plants. Yet, the papaya plants drastically suffered with the levels of hydric deficit observing the reduction in the height values of the plants, diameter of the lap and IFA. The brachiaria didn’t suffer a lot of interference of the correctives, neither from the levels of hydric deficit, being observed statistic differences only for MSF and MST. So, we can say that the calcium silicate conceivably causes tolerance to the drought in the studied cultures, needing more studies to the embodiment of this fact. pt_BR
dc.format 115 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Espírito Santo pt_BR
dc.subject Agrosilício pt_BR
dc.subject Coffea canephora pt_BR
dc.subject Brachiaria brizantha pt_BR
dc.subject Carica papaya pt_BR
dc.subject escória de aciaria pt_BR
dc.subject Agriculture inovation pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Agroclimatologia e fisiologia pt_BR
dc.title Silicato de cálcio como indutor de tolerância ao déficit hídrico em plantas pt_BR
dc.title.alternative Calcium Silicate as tolerance inductor to the hydric deficit in plants pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação_Alex FavaroNascimento_2013_UFES.pdf 7.347Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Texto completo

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account