SBICafé
Biblioteca do Café

Produção de cafeeiros em sistemas de plantio arborizado com espécies madeireiras

Show simple item record

dc.contributor.author Freitas, Ana F.
dc.contributor.author Venturin, Regis P.
dc.contributor.author Cunha, Rodrigo L.
dc.contributor.author Carvalho, Vicente L.
dc.date.accessioned 2020-01-13T12:14:22Z
dc.date.available 2020-01-13T12:14:22Z
dc.date.issued 2019-10
dc.identifier.citation FREITAS, A. F. et al. Produção de cafeeiros em sistemas de plantio arborizado com espécies madeireiras. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 10., 2019, Vitória. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2019, 3 p. pt_BR
dc.identifier.issn 1984-9249
dc.identifier.uri http://www.sbicafe.ufv.br/handle/123456789/12620
dc.description Trabalho apresentado no X Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil pt_BR
dc.description.abstract O Brasil é o maior produtor de café arábica do mundo. Todavia, ao longo dos anos, a cultura do café passa por ciclos de preços altos e baixos, que muitas vezes levam o cafeicultor a dificuldades financeiras. Dentre as alternativas para amenizar este problema está a diversificação de culturas que, no caso do café, pode ser feito na mesma área pela exploração de plantas que ocupem diferentes extratos. Apesar da baixa tradição do Brasil com sistemas agroflorestais de cultivo de café, algumas pesquisas mostram que essa prática pode ser bem-sucedida no país. Atualmente, com a preocupação com as mudanças climáticas, a inserção do componente arbóreo na cafeicultura é uma estratégica sob a perspectiva econômica e ambiental e pode ser uma opção interessante, para atenuação frente às mudanças climáticas, manutenção de algumas funções ecológicas e obtenção de ganhos econômicos com produtos de alto valor agregado. Assim, buscando avaliar os impactos da introdução de diferentes espécies arbóreas em uma lavoura de café, foi instalado um ensaio em parceria com a Epamig, Associação Hanns R. Neumann Stiftung do Brasil e Fazenda da Lagoa Ltda. Foram implantadas, nas entrelinhas do café, Acrocarpos (Acrocarpus fraxinifolium), Mogno (Khaya ivorensis) e Teca (Tectona grandis). As plantas de Cedro, Teca e Mogno foram distribuídas entre as plantas de café na linha, em dois espaçamentos 8x13,6 m e 16x13,6 m. O espaçamento das entrelinhas foi fixado em três linhas de cafeeiros, intercalados às espécies de sombra, num total de 13,6 m entre as linhas arborizadas. Foram feitas avaliações da produção das plantas de café em função das distâncias dos cafeeiros em relação às espécies arbóreas. As espécies arbóreas plantadas junto do cafeeiro não influenciaram a produção em quatro safras. pt_BR
dc.format 3 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Café pt_BR
dc.subject Sistema agroflorestal pt_BR
dc.subject Sustentabilidade pt_BR
dc.subject Sombreamento pt_BR
dc.subject.classification Cafeicultura::Sistemas agroecológicos e orgânicos pt_BR
dc.title Produção de cafeeiros em sistemas de plantio arborizado com espécies madeireiras pt_BR
dc.title.alternative Coffee production in agroforestry systems with woody species pt_BR
dc.type Trabalho de Evento Cientifico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
398-2597-1-PB-X-SPCB-2019.pdf 119.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre o SBICafé

Browse

My Account